Sunday, September 30, 2007

Terceiro post seguido sobre Mark Hollis e os TALK TALK

Para muito boa gente os TALK TALK não são mais do que a banda dos anos 80 que,como muitas outras,nos trouxe um punhado de grandes singles (It's my life, Such a shame ou Life's what you make it são bom exemplo). Pois os Talk Talk são muito, muito mais do que isso.
Comecem pelo The Colour of Spring para encontrarem música de primeira estirpe,sem negligenciar o formato de canção Pop mas já com evidentes indícios do que viria a seguir. As músicas arrastam-se por 4,5 minutos sem provocarem o mínimo cansaço,antes, dão vontade de carregar no Repeat e ouvir o disco todo de novo.
Depois de se viciarem no Coulour of Spring corram a comprar o Spirit of Eden (apanhei-o em SACD na Fnac) e pasmem-se com a qualidade da musica que vão ouvir, a milhas de distãncia dos anteriores discos que os puseram na MTV. A música aqui é ambiental, fracturada, etérea, violentamente calma, cheia de espaço e silêncio. Sim , silêncio. Muito antes do Abrunhosa gritar aos sete ventos que o silêncio era de importância maior na música já o Mark Hollis o tinha descoberto à muito e...silenciosamente.

Sunday, September 23, 2007

Canção Perfeita VIII



I Believe In You - Talk Talk

Na Mouche

"Before you play two notes learn how to play one note - and don't play one note unless you've got a reason to play it." - Mark Hollis

Friday, September 21, 2007

Monday, September 17, 2007

Yo

Aquilo que é o ponto forte do Hip-Hop é também a sua maior fraqueza.
O ritmo da palavra falada, o meter a foice em seara alheia da Samplagem, o scratching do vinil e a mensagem de teor habitualmente social, quando repetidos até á exaustão torna-se previsível e matemático, até cansativo.
Por isso mesmo tiro o chapéu a uns Da Weasel ou Mind Da Gap que injectam a batida formula com ingredientes novos, hooks infalíveis, letras na sua maioria acima da média e boas canções.
Sim, sempre as canções...

Wednesday, September 12, 2007

Francesinha - From Snack to Gourmet

Regressado de férias fui matar saudades da Francesinha ali no Convívio, na Boavista. Pois saíu-me furada a escolha. Francesinha SEM bife 8,75 € ? Para o bife acrescentar mais 1 Euro, para a batata mais 1,90 € e para o molho á parte 0,75 € ! Ou seja, para uma Francesinha dita "normal" (costumo pedir o molho á parte para o dosear a gosto) teria de me despedir de uns "módicos" 12,40 € . Sítios como este dão razão às vozes que apelidam a restauração e seus gestores de...gatunos.
Don´t get me wrong , sou um total defensor de que um bom serviço tem obrigatoriamente de ser proporcional ao preço a pagar (pago no Cafeína, Zen House ou na Casa Nanda sem pestanejar)
Sabendo bem os custos que as estruturas montadas comportam, não posso deixar de referir que no Amandius custam uns módicos 5,oo €, com batata e muito superior confecção.
Curioso é também a mudança do estatuto da Francesinha de um mero Snack ( uma sande bem recheada no fundo) a Prato Principal dispendioso, quase Gourmet. Pois bem, no preço já o é.

Sunday, September 9, 2007

A Garota do Vestido Cor-de-Rosa

Comprei por uma verdadeira pechincha dois Teen Classics de John Hughes, Pretty in Pink e The Breakfast Club, filmes que vi na adolescência e deixaram profundas marcas (revia-me no amigo Weird de Andie em Pretty in Pink e Ally Sheedy é referenciada numa letra que fiz para o LOBO pelo fantástico papel que tem em The Breakfast Club).
Ontem revi Pretty in Pink e aconselho vivamente uma vista de olhos. É muito provavelmente o filme dos anos oitenta, com a música e a Fashion mais representativa daquela década (só lá falta a cocaína e Wall Street mas John Hughes não ia por aí, felizmente) .
Andam por lá os cortes de cabelo manhosos, chapéus a torto e a direito, óculos que não lembra o diabo, maquilhagem ultra carregada ,Psychedelic furs (com o tema título do filme), Echo and the Bunnymen, Madonna e até Posters dos Smiths. O melhor daquela década portanto.
Postagem sobre The Breakfast Club para breve.





Saturday, September 8, 2007

Festa de hoje cancelada

A festa Queridos anos 80 prevista para hoje, sábado (08/09), foi cancelada por motivos que se prendem com os recentes desenvolvimentos relativos à fiscalização de espaços de diversão nocturna levada a cabo pela ASAE no Porto. Mais dados aqui. Obviamente por motivos absolutamente alheios á Organização das QA80s.

Friday, September 7, 2007

Que fazem este sábado?

Fica a sugestão: abanar o capacete na próxima Queridos Anos 80 no Club Mau Mau. Para mostrarem esses bronzeados qual Don Johnson no Miami Vice. Eu prometo que vos dou boa música.

Wednesday, September 5, 2007

A minha memória dos Supergrass vai a meados dos anos 90, a MTV invadia-nos a casa graças ao aparecimento da TV Cabo e passavam-se horas a ver Vídeos, entrevistas e Eteceteras.
Sempre lhes achei piada, grandes singles, Vídeos com muito humor e um look muito weird para o que eram os Standards da Pop da altura.
Há cerca de três anos comprei o Road to Rouhen (Fantástico) e anteontem comprei o Best Of - Supergrass is Ten.
São 21 músicas absolutamente eclécticas (ouve-se por lá Bowie, Beatles, The Jam, Funk, Power Pop, Folk, Rock a abrir...) que vão de 1994 a 2004 e ainda assim nenhuma é fraca individualmente e são coesas no seu todo. E isso meus amigos, no mundo de quem faz discos for a living, é o mais difícil de conseguir.
Agora vou ali tentar encontrar o resto dos discos e já venho...


Late in the day - Supergrass

Sunday, September 2, 2007

Pataniscas is back

Pois é, Agosto já é passado e Setembro aparece sem avisar e com ele o regresso ao trabalho e á vida dita normal.
Fica um pequeno diário fotográfico do que se andou a fazer nas férias (como podem verificar o meu look foi sofrendo metamorfoses quase semanais), por entre regressos demasiadamente regulares á Cidade Invicta mas como dizia sabiamente William Butler Yeats: "In dreams begin responsability".
Sejam bem vindos.


Com a minha Ana na Feira Medieval




Com o LOBO nas Noites Ritual


De regresso á bateria nas Noites Ritual



Quando fui a Springfield ver os Simpsons - The Movie.